Quais são os benefícios do trabalhador pagos pela Caixa

abono salarial 2019A Caixa Econômica Federal é a principal parceira do governo federal quando se trata dos pagamentos de benefícios aos trabalhadores.

Esses benefícios são sacados na rede de lotéricas, nas agências e nos correspondentes autorizados do banco, inclusive pelos não correntistas. São:

 

  • Programa de Interação Social (PIS);
  • Seguro desemprego;
  • Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS);
  • Pagamentos da Previdência Social.

PIS

O PIS é um sistema pelo qual os recolhimentos trabalhistas são consultados; entretanto, ele só diz respeito a quem trabalha no setor privado. Para todos os servidores públicos, o registro é feito pelo PASEP; ele funciona de forma igual, mas o banco que responde por ele é o Banco do Brasil.

O PIS também tende a ser chamado de abono salarial 2019 e o trabalhador não precisa se cadastrar: isso é uma tarefa do empregador.

Entretanto, é importante ir à agência da Caixa com a carteira de trabalho e conferir se a empresa realmente registrou o PIS.

Para receber, é preciso consultar o calendário da Caixa em http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/pis/Paginas/default.aspx ou nas agências. Quanto à documentação, é necessário só documento de identidade.

Seguro desemprego

abono salarial 2019

O seguro desemprego é uma assistência financeira paga aos trabalhadores que são mandados embora sem justa causa e que são registrados.

Os pescadores em época de defeso, os funcionários domésticos e os escravizados também o recebem.

O valor não é fixo: governo federal usa entre 5% e 8% sobre as últimas remunerações para fazer o cálculo.

Os pagamentos compreendem entre três e cinco parcelas e elas podem ser pagas em meses alternados, ou seja, o trabalhador pode ficar com o seguro desemprego ativo por até dez meses.

Os documentos necessários são identificação de PIS/PASEP, CPF, carteira de trabalho, Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho, carteira de identidade e Requerimento de Seguro Desemprego.

Tudo isso tem de ser apresentado ao Sistema Nacional de Empregos (SINE) ou às Superintendências Regionais do Trabalho (SRT).

Para saques na Caixa e correspondente, é só levar cartão cidadão (quem tiver) e documento de identidade.

FGTS

O trabalhador que observar seu holerite verá a indicação de “FGTS”; fazendo a conta, ele descobrirá que se trata de 8% do salário daquele mês.

Esses depósitos são realizados todos os meses pelo empregador e podem ser sacados no caso de desastres naturais, doenças graves, aposentadoria, compra de imóveis e outros.

Para quem deseja saber quanto está acumulado em fundo de garantia:

  • Abre-se o site https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS;
  • Insere-se a senha;
  • Insere-se o PIS/PASEP;
  • Quem não tem senha deve clicar em “Cadastrar senha”;
  • Antes de sacar, o trabalhador tem de clicar em http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/condicoes-e-documentos-para-saque-do-FGTS/Paginas/default.aspx e procurar o perfil que descreve sua situação. Assim, conferirá a documentação exata a levar na agência da Caixa.

Pagamentos da Previdência Social

A Previdência social permite que os beneficiados saquem as quantias na Caixa em até dois meses: deve-se levar inscrição do PIS/PASEP e o documento de identidade; quem tiver, tem de levar o cartão magnético do INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *