É necessário a troca no treino de hipertrofia?

Muito se fala em troca no treino de hipertrofia que varia de 3 ou de 2 em 2 meses,pois se não os músculos se acostumam e param de crescer,pois bem; nem sempre é necessária a troca.

O que acontece é que o corpo evolui e se adapta rapidamente a cada estímulo desafiador para o mesmo tornar aquela atividade ou exercício mais fácil; logo,quando o corpo se acostuma não tem mais porque evoluir,então veio essa ideia de trocar os treinos.

Claro que não quer dizer que não irei trocar nunca mais,mas tem que existir uma razão estratégica que justifique essa mudança,por exemplo;algum músculo que não esteja acompanhando o desenvolvimento geral do seu corpo;nesse caso valerá a pena montar uma estrutura nova onde se irá priorizar o músculo mais fraco;por exemplo,vamos imaginar que vai tudo bem com o seu treino de hipertrofia e depois de algum tempo você nota que o peitoral superior não está se desenvolvendo bem;nesse caso valerá a pena trocar o seu treino de peito pra dar um enfoque maior na porção superior,ou seja,incluir mais exercícios inclinados para que se trabalhe mais o peitoral superior.

Então a lógica é simples,para desafiar o seu corpo posso começar mexendo nos intervalos,fazer drop set,rest /pause,falha concêntrica e ter mais concentração; aumentando assim a intensidade e não somente trocar o treino só porque completaram os 3 meses.

Musculação é prestar atenção no corpo e oferecer ao mesmo o que faz falta e lapidar ao máximo o que você precisa. Quando falamos sobre mudança de treinamento inevitavelmente se cai no conceito chamado de periodização,que é mais do que simplesmente trocar os exercícios ou a divisão dos músculos na semana;é uma mudança mais profunda onde você troca o objetivo do treino de hipertrofia.

Hipertrofia muscular

Existem diversas formas de periodizar e com inúmeros objetivos diferentes;exemplo,se quero aumentar a força em virtude de algum esporte que pratico ou se quero melhorar uma aptidão física ,nesse caso irei direcionar o meu treinamento de hipertrofia para uma nova rota,saindo do objetivo principal de hipertrofia muscular e impondo o treino de força como prioridade,treinando com menos repetições e maiores cargas,fazendo esse novo estilo por um mês e só depois retornar com o foco no treino de hipertrofia por dois meses e voltar para o treino de força por mais um mês.

Com isso você periodiza,dando oportunidade de treinar uma capacidade especifica do corpo.O ideal também seria periodizar fases com intensidade mais extrema possível e depois vai para uma fase com intensidade moderada a baixa, seguida de uma dieta que acompanhe a intensidade de cada treinamento.Então é possível mexer na intensidade sem mexer no seu treino,fazendo com que na periodização seja possível descobrir o caminho mais eficiente pra você e o seu corpo,sabendo assim, se ele irá reagir melhor.Quem faz musculação e leva à sério sempre tem que está testando métodos,observar a resposta do corpo e aos poucos ir descobrindo o melhor caminho a ser traçado.

Concluindo, se você vem desenvolvendo o seu corpo de forma simétrica e vem buscando aumentar a intensidade e o esforço aplicado ao seu treinamento de hipertrofia,não há porque trocar os exercícios ou a divisão de músculos na semana só por trocar,mesmo que já se passaram vários meses. Agora se existe uma razão específica como foi mencionado aqui,algum músculo especificamente não está acompanhando o desenvolvimento geral do seu corpo ou quer melhorar a sua aptidão física,então é a hora de parar e repensar a melhor forma de melhorar o seu treinamento buscando aquele que atenda às suas necessidades;lembre se disso,musculação exige inteligência,não faça coisas só por fazer ou porque todo mundo faz,tem que fazer sentido e razão pra você e o seu corpo e não para os outros.

Saiba mais: https://twitter.com/machobr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *