O que não pode beber durante o jejum intermitente

Como fazer jejum intermitenteA gente tem falado bastante sobre jejum intermitente, sobre como fazer jejum intermitente, quais são os benefícios do exercício em jejum, e em todos esses posts eu tenho recebido algumas das mesmas perguntas que eu vou responder e tirar dúvidas.

A gente vai falar sobre o que você pode beber enquanto está fazendo o jejum. Eu tenho recebido essa pergunta várias vezes: “o que eu posso tomar?”, “eu posso beber água com um pepino?”, “água com berinjela, chá, café e leite?”. “Posso tomar limão? Isso vai quebrar meu jejum?”.

Talvez seja simples para muitos de vocês que já têm mais prática com um jejum intermitente, mas têm muitos interessados em nutrição nesse tipo de assunto.

Pode ser que pareça meio óbvia a resposta, mas ela não é tão óbvia assim para quem não tem um entendimento ainda completo de como isso funciona.

Felizmente, depois deste artigo vocês vão saber o que vocês podem ou não estar bebendo nas horas de jejum.

Bebidas restritas no jejum intermitente

Sem mais delongas, vamos falar sobre o assunto deste post: afinal, o que eu posso beber e consumir enquanto estiver fazendo jejum intermitente?

Primeiro: você não pode comer nada nas horas que você tá fazendo jejum, e você pode tomar qualquer líquido que não contenha calorias.

O que são bebidas sem calorias? Eu já vou responder essa pergunta.

Mas antes, para que vocês entendam o que é jejum intermitente, ele tem esse nome “intermitente” porque em algum momento a gente come e em outro período a gente está em jejum.

Nesse período que a gente está em jejum, significa não estar consumindo nenhum caloria. Muita gente segue protocolo de restrição de tempo, nos quais a pessoa fica, por exemplo, 16 horas sem comer e se alimenta durante um período de oito horas.

O que a gente está falando aqui é que tipo de líquido pode ser consumido neste período de 16 horas.

Por exemplo: se tiver esse protocolo nesse período de 16 horas sem consumir calorias, você pode consumir água, café, chá (como chá verde), café e chá sem açúcar e sem adoçar.

Água você pode tomar. Na verdade você deve tomar água, pois é importante que você
tome mantenha seu organismo hidratado.

Café com leite

Muitas pessoas me perguntam se elas podem tomar café com leite porque elas gostam de café com leite. Isso quebra o o jejum? Sim, o leite ele quebra o jejum.

Leite contém calorias, portanto, você não vai estar mais em jejum. O leite também é um açúcar, pois ele tem lactose.

Se consumir leite, você vai ter inevitavelmente uma resposta do que o pâncreas secretando insulina, e como insulina vai estar alta, vai baixar os níveis de gh. E a gente quer otimizar o gh alto durante o jejum.

Mas enfim, o leite quebra o jejum, sim.

Óleo de coco

Bastante gente gosta de tomar óleo de coco – e óleo de coco está em alta.

Algumas pessoas que vão te dizer que óleo de coco não quebra o jejum, mas a verdade é óleo de também quebra o jejum, claro.

A conseqüência dele no quesito do jejum intermitente vai ser menor, porque o óleo de coco ele não vai gerar uma resposta insulínica tão alta, pois ele não é um açúcar.

Mas no momento que se consome óleo de coco, ele é uma gordura saturada que também tem triglicerídeos de cadeia média, e isso no teu corpo vai passar por processos nos quais eles vão ser convertidos em açúcares que o próprio corpo vai fazer.

Então você vai ter alguma resposta insulínica. Assim, por mais que não pareça nocivo, eu não recomendaria tomar café com óleo de coco nas suas horas de jejum, pelo menos não sempre.

Você pode tomar café com óleo de coco no período de horas que você se alimenta. Você também pode tomar ele caso queira dar uma prolongada no jejum, porque ele vai saciar sua fome e não vai ter uma consequência assim tão grande.

Mas sim, o óleo de coco quebra o jejum. Qualquer coisa que contenha calorias vai estar quebrando o seu jejum inevitavelmente.

Adoçantes

Jejum intermitente como fazer

Muitas pessoas têm me perguntado também sobre adoçantes. “Posso consumir adoçantes?”.

A questão é que existem alguns adoçantes que, mesmo que eles tenham zero calorias, eles geram uma resposta em insulínica.

Eles fazem com que o teu corpo gere mais insulina, e isso faz com que perca alguns dos benefícios do jejum intermitente, que é justamente baixar os seus níveis de insulina por longos períodos de tempo.

Se for consumir adoçantes artificiais, eu te recomendo dar uma estudada sobre
eles ver quais são aqueles que não geram uma resposta insulínica.

Então te encorajo a pesquisar isso, estudar sobre o tema e outras dúvidas que a pessoas têm.

Água com limão

Muita gente gosta de tomar limão em jejum. Tem gente que fala que tá tudo certo, que não interfere no jejum, mas sim, o limão interfere no seu jejum porque o limão contém calorias.

Limão é uma fruta, ela tem vários benefícios teoricamente. Até acho que as pessoas
falam que tem um pouco mais de benefício do que realmente tem, mas mesmo assim é interessante.

Eu recomendo não tomar limão em jejum todos os dias, porque vai interferir. Não é que ele vai acabar com seu jejum.

Ele tem muito pouco caloria e vai gerar uma resposta insulínica não tão significativa, mas o que eu te recomendo fazer é: em vez de consumir esse limão em jejum logo cedo, consuma o limão em jejum de 10 a 30 minutos antes da sua primeira refeição.

Dessa forma você vai ter os benefícios do limão e também vai manter todos os benefícios do jejum intermitente. Esse limão não vai estar interferindo de qualquer forma no teu jejum.

Acredito que tomar irmão de manhã cedo de vez em quando não vai assim não vai acabar com o jejum não. Não vai ser assim super significativo, mas sim, tem uma interferência.

Água com pepino ou berinjela

Algumas pessoas também têm me perguntado sobre a água com um pepino e água com berinjela.

As pessoas colocam fatia de pepino e fatias de berinjela, porque teoricamente isso teria um efeito diurético e alguns outros benefícios.

Eu acredito que realmente têm algum efeito, porque é aquela coisa das avós que falam há séculos e séculos.

Normalmente essas ideias têm algum fundamento, mas eu não li nenhum estudo a respeito de quem toma.

As pessoas falam que gostam, que sentem que realmente é diurético, mas a água com um pepino e água com berinjela, ambas também contêm calorias.

Mesmo que você não esteja comendo as fatias de pepino ou as fatias de berinjela, essa água acaba ficando com algumas calorias sim.

É pouco, não acho que vai ter uma grande interferência e uma super resposta insulínica, mas falo a mesma coisa: eu te encorajo a tomar esses tipos de águas durante o período de horas no qual está se alimentando, e durante o período de jejum, consumir só líquido sem calorias.

Dessa forma você mantém os dois benefícios benefícios da água com o pepino com berinjela e também os benefícios do jejum intermitente.

Água de coco

As pessoas também têm me perguntado sobre água de coco.

Ela é supercarregada em calorias, já tem um monte de açúcar, tem gorduras também.

Então água de coco vai quebrar o jejum. Dentre todas essas águas, a água de coco é que eu mais recomendo ficar longe durante as horas de jejum.

Claro, nas horas em que você se alimenta, você pode consumir ela normalmente.

Então é isso. Eu espero que eu tenha esclarecido algumas das dúvidas de vocês sobre os líquidos no jejum intermitente.

Dieta da banana funciona?

É bom que se diga logo de cara que a dieta da banana não vai te obrigar a comer só banana, com exceção do café da manhã, no qual a fruta deve ser ingerido.

Segundo estudiosos do assunto, a origem desta dieta remonta ao Japão. O fato é que esta fruta são ricas em amidos e enzimas que ajudam em muito na digestão, contribuindo muito para o trânsito intestinal e processos digestivos, desta forma auxiliando para o fatos saciedade e por consequência no emagrecimento. As pessoas que fazem esta da dieta afirmam que é possível perder de três a cinco quilos por mês com a chamada dieta da banana.

COMA UMA BANANA NO CAFÉ DA MANHÃ

A fruta crua e preferencialmente fresca deve ser o alimento no café da manhã para essa dieta. A fruta é rica em carboidrato, e deve ser o único alimento aceito nessa refeição, sendo proibidos outros alimentos como o pão, leite ou café. Qualquer tipo da fruta esta liberado, prata, nanica, maçã, desde que seja ingerido in natura, portanto amassar a fruta nem sonhar. Uma banana tem em média de 90 a 100 calorias, depende do tipo da fruta.

O criador da dieta afirma que você pode se alimentar com mais de uma fruta, até que se sinta satisfeito. Se após meia hora após comer a sua banana, ainda sentir uma fome desconfortável, pode ingerir um lanche de com 200 calorias +-.

Em muitas regiões onde a dieta é aplicada dizem ser obrigatório comer quatro bananas, e logo após beber dois copos de água morna, pois desta forma acaba formando um gel que se alonga no tempo para ser digerido, com isso a sensação de saciedade acaba sendo aumentada. Desta forma teoricamente você irá se alimentar menos nas nas refeições seguintes. Porém, na dieta da banana original, a orientação é se alimentar apenas com uma banana, ingerindo o líquido após se você quiser. Na verdade, a dica da água morna surgi com um médico especialista japonês de nome Hitoshi Watanabe, porém hoje já se sabe que a banana forma o gel em contato com a água como se formaria com qualquer outra fruta que contenha fibras.

Porém, apenas a banana talvez não seja suficiente para você ficar saciado da fome e obter todas as calorias que precisa no período da manhã. “Por mais que as frutas sejam bem vindas em nossa alimentação, não podemos abrir mão de comer proteínas, pois a digestão desta última ocorre de forma mais lenta, tendo ainda uma maior fonte de energia para iniciar o dia”, palavras de Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrição.

Coma seu alimento conscientemente

O ato de mastigar a banana com a plena consciência do que você está se alimentando, saboreando a refeição é o terceiro pilar da dieta da banana. Esta orientação esta no fato de que o corpo pode se atrasar no tempo para cair em si que você está comendo. Daí vem a importância de comer vagarosamente e de mastigar muito bem os alimentos ingeridos, na prática para dar tempo do seu corpo perceber que está se alimentando.

Beba apenas água

Na dieta da banana, a único líquido permitida nas alimentações é a água, de preferência mineral ou filtrada. Os seguidores da dieta, acham importante que o líquido seja ingerido em pequenos goles e sem excessos, apesar de não ter limite de ingestão por dia. Fora das refeições principais, líquidos não calóricos como café, refrigerante diet do chá, são tolerados, mas seu consumo não é encorajado. É importante priorizar o consumo de água em detrimento de outros líquidos.

Vá cedo para a cama

Na dieta da banana, a orientação é que você vá dormir no máximo à meia-noite, e se puder se deitar antes, melhor. O ideal é ter um período de quatro horas entre a última refeição ou lanche e o horário de dormir. Por isso, o ideal é que você consiga realizar seu jantar até às 20h, sendo o ideal às 18h. Durante o sono nosso corpo libera hormônios que controlam o apetite e realizam a queima de calorias. “Quando o sono não é regular, essa liberação fica comprometida e, assim, o corpo não trabalha com esses níveis hormonais adequados, podendo contribuir para o aumento de peso”, explica a nutricionista Juliana.

Entretanto, o nutrólogo Roberto ressalta que tão importante quanto a hora que vamos dormir é o horário em que acordamos: “O ciclo de sono ideal é dormir pelo menos de seis a oito horas por dia. Então de nada adianta dormir muito cedo e acordar muito tarde.”, afirma. Ele explica que as pessoas que vão dormir muito tarde acabam comendo mais, afinal ficam mais tempo acordadas, mas isso não pode justificar um excesso de horas de sono. “O mais importante de tudo é a qualidade do sono, não a quantidade nem deitar todos os dias numa hora exata, pois essa necessidade varia de pessoa para pessoa”, completa Juliana.

Exercício só se você quiser

Com certeza essa é a polêmica central desta dieta, já que não existem recomendações para a realização de exercícios físicos. De acordo com os adeptos do método, as caminhadas são recomendadas, mas você não é obrigado a fazê-las.

O nutrólogo Roberto alerta que toda atividade dieta deve incentivar a seus adeptos a prática de atividades físicas, e que uma dieta que abre precedentes para que você fique sedentário deve ser observada com muito cuidado.

Dessa forma, o exercício é importante não só para o emagrecimento como para a manutenção da saúde de forma geral, e deve ser incentivada a prática no mínimo três vezes por semana. “Fazer só a dieta pode ter um resultado interessante apenas no início, mas depois o corpo e adapta e precisa gastar mais energia, entrando aí a atividade física”, explica a nutricionista Juliana. Converse com o seu médico e veja qual é o plano de exercícios ideal para você.

Fonte: https://www.facebook.com/machobr/